10 março, 2016

O coração pastoral de Jesus (Parte 1)

jesus, bom pastor, coração pastoral
Por Allan Felipe Freitas
  
A Bíblia nos apresenta a Jesus como sendo o bom pastor, aquele que dá a vida pelas ovelhas (João 10.11). Partindo deste princípio, podemos afirmar que Jesus deve ser o nosso modelo pastoral. Qualquer ministério pastoral deve tomar como referência o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

No capítulo 6 do livro de Marcos, a Palavra relata que após receber a notícia da morte de seu primo, João, o Batista, Jesus procura se recolher com os discípulos. Penso que Ele estava triste e angustiado com a morte brutal de seu querido primo, precisava fica só, precisava de um momento de reclusão para se relacionar consigo mesmo e com o Pai.

Ao analisarmos os evangelhos veremos que Jesus sempre procurou ter momentos de solitude e não de solidão. Tem horas que Ele se aparta da multidão e procura um deserto ou um monte para orar, para conversar a sós com o Pai.

Jesus por onde ira era cercado por multidões, o tempo todo solicitavam sua presença e sua atenção. Era gente para ensinar, para curar, libertar, além dos fariseus e saduceus que o importunavam a todo o momento.

Penso que naquele exato momento, Jesus queria prantear o luto de João, assim como ele fez com Lázaro (João 11.35). Era preciso elaborar a dor da perda.

Na verdade, todos nós temos momentos em que não queremos ver ninguém, pensamos em sumir, nossa vontade é de ficar isolado, recluso. Além disso, Jesus também estava faminto e cansado. Ele e os discípulos não tinham tempo para descansar e nem para se alimentar direito. Veja o que Cristo disse:

E ele disse-lhes: Vinde vós, aqui à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco. Porque havia muitos que iam e vinham, e não tinham tempo para comer.
E foram sós num barco para um lugar deserto.”
(Marcos 6.31-32)

Um pastor geralmente tem uma vida muito corrida. Embora não pareça, porque pastor que é pastor tem sempre tempo para ouvir e parece que seu dia tem 48 horas. Todavia, um pastor pode ser solicitado a qualquer hora do dia ou da noite. É gente querendo oração, aconselhamento, precisando de algum tipo socorro e etc... Então, na maioria das vezes o pastor está sempre cercado de gente, é difícil separar tempo para ficar a sós com Deus, é difícil ter um tempo para fazer um simples devocional, por exemplo.

Os evangelhos fazem questão de mostrar que Jesus era um homem muito ocupado, mas que sempre separava um tempo para estar sós em oração. 

Esses períodos eram de crucial importância para que Ele conseguisse levar adiante a sua missão.

Jesus disse que o discípulo não é maior do que o seu senhor, logo, quem tem um chamado pastoral certamente será alguém ocupado. Uma vez me disseram que se um dia eu precisar da ajuda de alguém eu devo procurar quem está ocupado com muitas coisas, porque essa pessoa terá capacidade de me ajudar. Se eu procurar alguém desocupado é bem provável que este diga que não pode me ajudar e que não tem tempo.

Garanto a você, querido leitor, que Jesus não era menos ocupado do que os pastores de hoje. Portanto, fica o recado aos pastores: o seu ministério depende sumariamente dos seus períodos de solitude; sua oração e meditação a sós são o que darão sustento para a obra que Deus te confiou.

Naquele momento o desejo de Jesus era tirar um período de descanso. No entanto, veja o que aconteceu:

“E a multidão viu-os partir, e muitos o conheceram; e correram para lá, a pé, de todas as cidades, e ali chegaram primeiro do que eles, e aproximavam-se dele.”
(Marcos 6.33)

A multidão vendo Jesus partir de barco com os discípulos percorreu a distância do lago a pé, circundando o lago, e assim, chegaram antes de Jesus. Gente de diversas cidades aguardava ansiosamente pela chega de Jesus.

“E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas.”
(Marcos 6.34)

Sinceramente, eu no lugar de Jesus mandaria todo mundo embora, mas não foi isso o que o Mestre fez. Mesmo estando cansado, com sono, com fome e triste pela morte do primo, Jesus conseguiu ter compaixão daquele povo.

CLIQUE AQUI PARA LER A SEGUNDA PARTE DO TEXTO


Comente com o Facebook:

1 comentários:

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis