23 novembro, 2015

O equilíbrio entre conhecimento e poder

balança, equilíbrio

Por Allan Felipe Freitas

“Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.”
(Mateus 22.29)

Não há como haver poder de Deus sem antes se ter conhecimento de Deus, o conhecimento de Deus deve gerar poder.

Neste trecho das escrituras Jesus propõe uma balança que equilibre em uma ponta o conhecimento e em outra o poder de Deus.

No meio evangélico é comum encontrarmos comunidades que valorizam um aspecto em detrimento do outro. Em algumas denominações a ênfase é quase que exclusiva no conhecimento, é preciso estudar a bíblia, conhecer as doutrinas, verificar se elas estão corretas, se tem fundamento. No entanto, desprezam o poder de Deus, fixam-se na teoria, desconhecendo a prática.

Em contrapartida, encontramos denominações que funcionam ao inverso, a ênfase maior gira em torno do poder, das experiências sobrenaturais, dos milagres, das manifestações dos dons, havendo um desprezo para com o conhecimento e muitas vezes fomentando um espaço propício para o desenvolvimento de heresias.

Naturalmente, percebemos aqui a tensão entre opostos constituída por reformados e pentecostais. Contudo, a proposta de Jesus se estabelece a partir de um ponto de equilíbrio: conhecer as escrituras e o poder de Deus. Um não anula o outro, mas devem andar de mãos dadas de maneira equânime.

A teoria da curvatura de vara, por vezes, é real na vida de muitos cristãos quando se trata deste assunto. Essa teoria aponta que quando uma vara esta torta para um lado é preciso que ela seja envergada para o outro lado, até que se alinhe no centro, então vai de um extremo a outro, até encontrar um ponto central, um equilíbrio.

Muitos cristãos que viveram experiências hostis, seja num ambiente pentecostal, seja num ambiente reformado, costumam sair de um extremo ao outro, vivenciando pessoalmente a teoria da curvatura de vara.

Não adianta só o conhecimento, pois a letra mata e o Espírito vivifica, também não adianta só poder, pois se não há conhecimento este não é legítimo.

Precisamos ter em mente que Jesus é o nosso ponto de equilíbrio.

É um grande desafio para a igreja equilibrar esses dois pólos.

É como uma síntese composta por conhecimento e poder, mas que só se realizará a partir de um terceiro elemento, o amor.



Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis