22 julho, 2015

O perigo de se achar acima da média


Por Allan Felipe Freitas

Recentemente o cantor Thalles Roberto se envolveu em mais uma polêmica. O vídeo no qual Thalles diz estar acima da média entre os cantores gospel viralizou. Essa é uma das falas do cantor que chama atenção, além de dizer que todos são fracos no meio gospel, que ficou rico e que tem mais dinheiro que todos os outros cantores da música evangélica, Thalles anunciou que partirá para uma carreira secular.

O problema não está em ter uma carreira secular e nem em criticar a qualidade da música gospel que, aliás, deixa a desejar, na maioria da vezes com uma pobreza harmônica e letras repetitivas repletas de jargões e heresias. Nem mesmo as músicas do Thalles escapam desse bolo.

A grande questão gira em torno de como o nosso irmão vê a si mesmo. A maneira como se percebe a si mesmo diz muito sobre a condição espiritual da pessoa.

Tomando como base o ocorrido com o cantor, quero destacar alguns versículos para que fique clara a maneira como a Palavra aborda tal postura.

A Bíblia nos ensina:

“[...] não sejais sábios aos vossos próprios olhos.”
(Romanos 12.16)

“[...] não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.”
(Romanos 12:3)

Sabemos que Deus foi generoso e concedeu ao Thalles uma dose abundante de talento, criatividade e musicalidade. Realmente ele tem uma voz incrível, porém isso não vem dele, mas do Pai da luzes.

“Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.”
(Tiago 1.17)

Cada servo de Deus deve se considerar inferior, colocando o outro como superior a si mesmo.

No Reino de Deus não há espaço para comparações.

"Porque não ousamos classificar-nos ou comparar-nos com alguns que se louvam a si mesmos; mas eles, medindo-se consigo mesmos e comparando-se consigo mesmos, revelam insensatez."
(2 Coríntios 10.12)

Aquele que louva a si mesmo é reprovado por Deus.

"Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, e sim aquele a quem o Senhor louva."
(2 Coríntios 10.18)

A soberba, a presunção, o orgulho, são sentimentos que cegam o ser humano e o conduz a queda livre. Quem assistiu ao vídeo pode perceber o quanto o ego de Thalles estava inflado e como ele estava entorpecido com tudo aquilo que conseguiu adquirir durante os últimos anos.

“A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda.”
(Provérbios 16.18)

“A soberba do homem o abaterá [...]”
(Provérbios 29.23)

Quando alguém começa a se gabar e se gloriar nos seus feitos ali já começou o declínio, pois a boca fala do que está cheio o coração. Deus não divide a sua glória com ninguém, por isso, o apóstolo Paulo adverte:

“Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia.”
(1 Coríntios 10.12)

O perigo de ser achar acima da média é justamente desconsiderar tudo o que Deus fez por nós. Na verdade ninguém pode estar acima da média, pois todos foram nivelados na mesma marca: a marca do pecado. Portanto, todos nós estávamos encerrados abaixo da média, sob a escravidão do pecado e Cristo morreu por nós para nos resgatar, nos redimir.

Dizer que está acima da média consiste numa arrogância tamanha na qual o sacrifício de Jesus e sua maravilhosa graça são desprezados. Subtende-se que estando acima da média, Thalles afirma não depender do favor Deus.

“[...] porque sem mim nada podeis fazer.”
(João 15.5)


Que o nosso irmão se arrependa enquanto há tempo.


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis