11 maio, 2015

Gabriel O Pensador prega sobre o apóstolo Paulo em uma de suas músicas


Por Allan Felipe Freitas

Deus não está confinado aos templos e nem mesmo a música gospel, Ele fala de diversas formas, seja através da natureza, ou, seja através da arte; Ele está em tudo. A graça comum nos permite ver Deus em todas as coisas, é uma maneira que o Criador usa para se revelar mesmo quando não se está dentro dos círculos religiosos.

Talvez muitos se escandalizem com o que vou expor aqui, mas tenho a consciência limpa e esclarecida pelo Espírito Santo o que me permite falar abertamente sobre a graça comum.

Irmãos, Deus fala comigo constantemente quando ouço músicas seculares! Isso porque ele usa quem quer ou, porque, de certa forma, as pedras estão clamando, já que a maioria das canções do meio gospel são canções de vingança ou de massagem ao ego. São tantos pronomes possessivos que perco até a conta. Cá entre nós, se estou louvando a Deus a canção deveria falar dos atributos Dele, não é? Por que as músicas de hoje falam tanto do eu, do que é meu, da minha promessa, da minha herança, da minha exaltação? O que é isso?

Gabriel O Pensador foi inspirado pelo Espírito Santo ao escrever a música “Até quando?”. Uma canção extraordinária que nos faz refletir sobre a desigualdade, a injustiça e a nossa inércia. Soube de um caso de uma irmã que cantou essa música em uma igreja após ter cantado a música “Pavão Pavãozinho” da Fernanda Brum. Talvez tenha escandalizado alguns irmãos devido a uma ou outra frase e principalmente pelo termo “porrada” presente no refrão.

Todavia, o apóstolo Paulo nos ensina que devemos analisar tudo e reter o bem. Eu fiz isso, e encontrei uma preciosidade nesta canção. Repare neste trecho:

“Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente

A gente muda o mundo na mudança da mente

E quando a mente muda a gente anda pra frente”

Essas palavras falam do que Paulo escreveu na carta aos Romanos, capítulo 12.2.

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Versões JFA Atualizada e Corrigida)

É incrível, não? O mundo precisa justamente de inconformados, urge o levantar de um povo temente a Deus que ama a justiça e a pratica. Quem está disposto a pensar fora da caixinha, a servir de voz para o pobre, o excluído, o oprimido?

É hora de mudar e essa mudança começa na mente. Quando nos convertemos a nossa mente sofre uma mudança e segue em mutação. Não devemos mais pensar só em nós e nos nossos interesses, mas naquilo que importa para Deus e em como podemos fazer o bem ao próximo, de maneira que a nossa vida sirva para um propósito de transformação da triste realidade deste mundo.

Fomos chamados para viver uma vida para o bem de todos e, assim, desfrutaremos da boa, perfeita e agradável vontade de Deus.






Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Meu amigo, dizer que o cara que não conhece a Deus foi inspirado pelo Espírito Santo...aí você forçou a barra! A letra ser boa, ter uma mensagem legal, que não contraria a Bíblia...tudo bem, até aceito. Mas daí você falar que ele foi inspirado por Deus...pegou pesado.
    Emergência que há muita gente produzindo música gospel ruim. Mas cuidado com esse visão. O amado pode acabar como muitos que desprezam os irmãos em geral nesse pensamento equivocado de que há pouca coisa boa. Tem muita música boa no mercado cristão. Tem muita coisa ruim? Claro que tem! Mas se vc procurar vai achar coisas boas antigas e novas também. Um conselho...cuidado com o tempo que vc gasta ouvindo música secular. Certamente está roubando o tempo que vc deveria dedicar à adoração, à leitura e reflexão bíblica.
    Paz de Cristo, meu irmão.

    ResponderExcluir
  2. Deus usa a todos, sem precisar usar o título cristão, o diabo usou Pedro pra querer tirar Cristo do seu propósito, não seria diferente do Espírito Santo usar ele pra salvar meia dúzia. Deus deixou seu espírito aqui na terra pra que possamos ver as maravilhas da sua graça, a promessa de que o espírito se derramaria sobre toda a carne está chegando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito Marcelo!

      Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  3. Não se pode agradar a dois SENHORES...O cristão é luz e não trevas...conhecereis se árvore é boa pelos seus frutos...ou é sim sim ou não não !!!

    ResponderExcluir
  4. I desagree...A maioria das canções gospel não são de vingança ,as musicas seculares sim são egoístas ,agradam o próprio eu,onde deus é o próprio homem.

    ResponderExcluir

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis