18 abril, 2015

Jesus, o maior humanista de todos os tempos


Por Allan Felipe Freitas

O humanismo é uma proposta de valorização do homem, de desenvolvimento das potencialidades latentes e inerentes à pessoa. Desde os sofistas, passando por Sócrates, atravessando o Cristianismo, a Idade Média, o Renascimento, o Iluminismo e até chegar a contemporaneidade, esta ideia, por vezes, ganhara força e, por vezes, fora rechaçada, marcada por idas e vindas, entretanto, sempre presente na história de lá para cá.

A cultura humanista está fortemente presente na nossa sociedade ocidental; a educação, a política, a ética, a retórica, são heranças do humanismo. Há quem pense que esta linha de pensamento é incompatível com a fé em Deus. Por vezes, pode parecer que sim, já que rompe com o teocentrismo (Deus no centro) e estabelece o antropocentrismo (o homem no centro).

Todavia, gostaria de apresentar-lhe o maior Humanista de todos os tempos. Aquele que dividiu a história em antes e depois, Jesus Cristo. Pois bem, Jesus Cristo ao longo de sua vida sempre valorizou a pessoa humana, dando-lhe dignidade, compadecendo-se dos menos favorecidos, dos enfermos, dos excluídos e lutando contra o preconceito e a injustiça.

Certa vez, Jesus foi condenado por transgredir o mandamento da guarda do sábado. Em uma de suas experiências descrita nas escrituras sagradas, Ele diz aos fariseus:

“Nunca lestes o que fez Davi, quando se viu em necessidade e teve fome, ele e os seus companheiros? Como entrou na Casa de Deus, no tempo do sumo sacerdote Abiatar, e comeu os pães da proposição, os quais não é lícito comer, senão aos sacerdotes, e deu também aos que estavam com ele?
E acrescentou: O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.”
(Marcos 2. 25-27)

O que aconteceu na passagem acima, se não uma valorização do ser humano? O próprio filho de Deus mostrando que o sábado foi feito por causa do homem e não o homem por causa do sábado, isto é, a vida vem antes de tudo, ela é prioridade. Conforme consta acima o que Davi fez era contra a lei, porém, tanto Davi como os seus homens estavam famintos e desfalecendo. Teria Davi cometido pecado? Pecado teria cometido se tivesse deixado o seu exército morrer de fome. A lei foi criada por causa do homem e não o homem por causa da lei.

Assim, hoje vivemos na nova aliança e, infelizmente, muitos cristãos teimam em manter a lógica da lei, colocando os preceitos religiosos na frente da vida, da justiça, do amor, do humano. Por vezes, a prática cristã é anti-humanista, preconceituosa, aproveitadora, opressora.

Voltemo-nos para Cristo. Amemos uns aos outros, lutemos por uma sociedade mais igualitária, tenhamos compaixão pelos que sofrem. Não devemos colocar a carroça na frente dos bois. Assim como a lei veio por causa do homem, a graça existe para dar conta da nossa humanidade, da minha e de meu próximo, por isso, não cabe julgamentos, discriminação, segregação e coisas do tipo.

Quer coisa mais humana do que um Deus renunciar o seu poder, a sua glória e majestade para se tornar um de nós? Para se fazer carne e viver na pele as nossas dores, enfermidades, angústias, preocupações, frustrações, fraquezas e tudo o que se refere a nossa existência?

Jesus era 100% homem, sentia fome, sede e sono como nós. Em todo o tempo agia com compaixão e ensinou o amor ao próximo, regra que nos permite almejar uma sociedade melhor.

Jesus ensinou que o objetivo maior da espiritualidade é ser uma pessoa melhor, é ser boa gente. Seus ensinamentos e seu exemplo levam-me a crer que “quanto mais humano mais divino”. Quanto mais de carne e osso, mais compaixão, mais misericórdia, mais amor pelo próximo. Jesus deseja que venhamos a ser homens e não anjos, pessoas vivas e não estátuas reluzentes. Infelizmente a santidade tem sido confundida com isolamento, separação das pessoas, afastamento da realidade. No entanto, o evangelho não nos ensina assim, mas, isso é papo para outro texto.

Até a próxima!



Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis