27 fevereiro, 2015

A curvatura do amor


Por Thiago Assimos

Quero começar propondo essa simples experiência:

1) Imagine uma dessas redes de varanda.
2) Experimente sentar-se nela.
3) Agora observe que no local ocupado pelo seu corpo houve uma "deformação" no tecido da rede... você alterou a geometria original dela, concorda?

“Grosseiramente” falando, temos uma representação do que é teoria da relatividade geral e para ficar mais claro vou identificar:

i) a rede com o espaço-tempo[*];
ii) o seu corpo com a matéria (energia);
iii) e a “deformação” do tecido com a gravidade.

Logo, não é difícil ver que quanto mais matéria-energia um corpo possuir, mais curvo ficará o espaço-tempo.

Em suma, a teoria proposta por Einstein mostra que a gravidade é uma manifestação da curvatura do espaço-tempo devido à presença de matéria-energia nele.

Pois então, neste cenário quero propor uma reflexão.

Para início de conversa... e se eu te disser que o espaço-tempo é o nosso ser interior e que Deus é a matéria-energia. Você consegue imaginar que Ele é o “corpo maior” porque contém todas as coisas?

Deste modo, quando Jesus está em nós, nossa “geometria interior” sofre o maior efeito de “curvatura” já mensurado, afinal, Ele é o TODO, logo, esse efeito é manifesto pelo amor, e não mais pela gravidade como ocorre na relatividade. Consequentemente, como a curvatura é gigantesca, o amor também deve ser proporcionalmente grande, assim, não pode caber dentro de nós... deve necessariamente ser esvaído para o bem comum.

E então, você é capaz de dizer como está a sua “curvatura”?... lembre-se: ela é o aferidor do seu amor.


[*] No contexto relativístico espaço e tempo não são conceitos dissociados, eles formam um ente só denominado espaço-tempo.



Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. É maravilhoso ler uma reflexao que nos mostra que Deus e ciencia caminham juntas,podemos perceber que há uma conexao Dele com todas as coisas.

    ResponderExcluir

Invista em você

Invista em você
© Evangelho Sem Censura 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis